A palavra “vegan” (em português vegano/a) foi cunhada em 1944 por Donald Watson da Vegan Society instituição do Reino Unido. Esta definição diz:

“O veganismo é um modo de vida que procura excluir, na medida do possível e praticável, todas as formas de exploração e de crueldade para com os animais, para alimentação, vestuário e qualquer outra finalidade.”

Como você pode ver, o veganismo não é definido como uma dieta, e sim como um modo de vida. Vegans são aqueles seguem uma dieta livre da exploração animal.

O veganismo é uma filosofia/política e requer prática. Vegan (vegano/vegana) é todo aquele indivíduo ou instituição que pratica o veganismo. Ambos dão nome ao que chama-se de movimento vegano.

Muitos vegans acreditam em Direitos Animais, e podem fazer campanha para isto.

Os/as veganos/as fazem duras críticas ao vegetarianismo, pois os adeptos do vegetarianismo continuam a incentivar a exploração animal e, portanto, são especistas.

Há uma série de razões pelas quais as pessoas se tornam vegans. Poderia ser uma escolha ética (cuidar dos direitos dos animais), por motivos de saúde, por causa de crenças religiosas, por preocupações ambientais ou sócio-econômicas. Mas as razões não estão limitados as ditas acima disse acima: algumas pessoas se tornam vegans por curiosidade, protesto contra a sociedade e o sistema, ou apenas porque se sente bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s